Newsletter

Atualidade

Litifilimab mostrou ser superior ao placebo em doentes com lúpus eritematoso cutâneo
26 Set. 2022

O litifilimab é superior ao placebo na melhoria da pontuação CLASI-A entre os doentes com lúpus eritematoso cutâneo durante 16 semanas, de acordo com os dados publicados no New England Journal of Medicine.

O papel da farmacogenética no tratamento da artrite reumatoide
12 Set. 2022
Vários estudos têm demonstrado associações entre múltiplos genes polimorfismos e eficácia e do metotrexato (MTX) em doentes com artrite reumatoide (AR). No entanto, até à data, os dados são frequentemente inconsistentes. A presente revisão conduzida em por investigadores portugueses sugere que, ...
Metanálise demonstra que filgotinib 100 mg é eficaz e seguro no tratamento da artrite reumatoide
29 Ago. 2022
O filgotinib foi aprovado para o tratamento da artrite reumatoide (AR) em adultos que respondem inadequadamente aos medicamentos antirreumáticos modificadores da doença (DMARD) na Europa e no Japão. Vários ensaios randomizados controlados (RCTs) investigaram a sua eficácia e segurança em doentes ad ...

Entrevistas

BioScaff: “Provámos ser possível utilizar impressão 3D como alternativa às técnicas convencionais de produção de scaffolds”
Dr. Ricardo Baptista

O BioScaff é um projeto de investigação financiado pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) com o objetivo de avaliar as capacidades e a possibilidade de desenvolver um método alternativo de produção de suportes tridimensionais cerâmicos para a regeneração óssea (scaffolds). O Dr. Ricardo Baptista, investigador principal do projeto, conversou com a My Reumatologia onde destacou os benefícios desta nova metodologia. Veja o vídeo.

Novo diretor da FMUL quer projetar Investigação Clínica “mais além”
Prof. Doutor João Eurico da Fonseca

Motivado e ciente da responsabilidade que lhe é exigida, o recém-eleito diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL), Prof. Doutor João Eurico da Fonseca, partilhou com a News Farma os objetivos a atingir pela direção, os processos de reestruturação no ensino e o desenvolvimento da investigação na Medicina Clínica e consequentes “limitações organizacionais” prevalentes em Portugal. Assista ao depoimento.

Apoio

AbbvieLilly