Atualidade

11 Abr. 2022

O novo tratamento experimental, realizado nos Estados Unidos da América, demonstra eficácia e perfil de segurança favorável, podendo vir a constituir uma alternativa às terapêuticas atuais no tratamento desta doença cujos sintomas, melhoram significativamente após aplicação de células estaminais mesenquimais do tecido adiposo, também conhecido por gordura.

11 Abr. 2022

O estudo observacional COVIDSER, que incluiu uma amostra de 7782 doentes com doenças inflamatórias reumáticas, analisou o efeito das terapêuticas antirreumáticas dirigidas, nomeadamente DMARD (disease-modifying antirheumatic drugs) biológicos e sintéticos, nos outcomes da COVID-19.

11 Abr. 2022

Os avanços científicos relacionados com os problemas de envelhecimento envolvem novos fármacos avançados, a futura aplicação de células estaminais e o controlo da inflamação associada ao funcionamento do sistema imunitário pode contribuir para a melhoria da densidade óssea, em caso de problemas de osteoporose, avança o coordenador científico do Instituto Multidisciplinar do Envelhecimento (MIA Portugal).

28 Mar. 2022

O diagnóstico precoce e o tratamento abrangente são fundamentais para a gestão adequada dos doentes com artrite psoriática, dada a elevada carga da doença e impacto socioeconómico associado aos sintomas desta doença e o aumento da frequência de comorbilidades cardiovasculares e psiquiátricas relacionadas. Os resultados desta análise foram publicados na revista Acta Dermato-Venereologica.

28 Mar. 2022

A abordagem tradicional da Dermatologia para tratar as condições inflamatórias crónicas da pele tem sido o acompanhamento da evolução da doença, começando com tratamento tópico e escalando para a imunossupressão sistémica à medida que a doença progride. Contudo, o artigo de revisão de Carter LM et al. (Journal of Investigative Dermatology 2021) apresenta as evidências de um potencial benefício para uma intervenção intensiva mais precoce.

28 Mar. 2022

A fase de extensão do estudo SELECT-COMPARE avaliou a eficácia e a segurança a longo prazo de upadacitinib (inibidor da JAK) versus adalimumab ao longo de três anos.

28 Mar. 2022

Kyowa Kirin anuncia o lançamento do burosumab em Portugal, para o tratamento da hipofosfatemia ligada ao cromossoma X (XLH), a forma hereditária mais comum de raquitismo ou osteomalacia. Esta nova alternativa terapêutica é o primeiro tratamento biológico indicado para a fisiopatologia da doença. Trata-se de um anticorpo monoclonal humano que está indicado para o tratamento da hipofosfatemia ligada ao cromossoma X em crianças e adolescentes desde um ano de idade até aos 17 anos, com sinais de radiográficos da doença óssea e em adultos.

28 Mar. 2022

Um subestudo do BALANCE-EXTEND (fase II) procurou avaliar a imunogenicidade e a resposta humoral da vacina pneumocócica conjugada 13-valente em doentes com artrite reumatoide (AR), tratados com upadacitinib e terapêutica de base com metotrexato (MTX). O título de anticorpos foi registado no período pré-vacinação e às semanas 4 e 12 após a vacinação. Os resultados deste trabalho, da autoria de Kevin Winthrop et al., foram publicados no início deste ano no Rheumatic and Musculoskeletal Diseases (RMD) Open.

14 Mar. 2022

As patologias osteoarticulares estão entre as mais prevalentes. De acordo com a Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR), mais de 50% da população adulta padece de uma doença reumática.

14 Mar. 2022

No âmbito do dia Mundial das Doenças Raras, assinalado a 28 de fevereiro, a Associação Nacional de Displasias Ósseas (ANDO Portugal) alerta para o impacto da hipofosfatemia ligada ao cromossoma X, mais conhecida por XLH, quanto à qualidade de vida das crianças que nascem com esta forma hereditária mais comum de raquitismo e osteomalacia. Estima-se que a XLH atinja cerca de 1 em 20.000 pessoas. 

Apoio

Abbvie